Buscar
  • Studio SP

STUDIO SP MONTA GALERIA DE ARTE URBANA NA CASA, PRIVILEGIA O PIXO E PREPARA REABERTURA

Projeto artístico da casa contou com a participação de diversos artistas da cena, como GG Learte, Zé Carratu, Mathiza, Jey, Ygor Marotta e Verena Smit


Inauguração acontece no dia 19 de novembro com show da cantora Céu





O Studio SP reabre no dia 19 de novembro para se reintegrar ao Baixo Augusta e contribuir na retomada cultural da cidade. Shows e bailes, novos formatos de projetos clássicos e uma linguagem visual reformulada e em conexão com a cidade e com os tempos atuais – na decoração da nova casa o pixo e os lambe-lambes ocupam papel central.


O projeto visual é também uma forma de homenagear a arte urbana da cidade, representada na casa por nomes como GG Learte/Sustos (autor da nova logo e da fachada, bem como de artes internas), Zé Carratu (responsável pelo desenho do palco), Francio de Holanda, Jey, Mathiza, MuxiMuxi, Rodrigo Chã, AltoContraste, Ygor Marotta e Verena Smit.


A identidade visual dos materiais de comunicação e da fachada do Studio SP foi desenvolvida pelo Studio Cama, do designer Felipe Cama.


Pixo e lambe-lambe


Todas as paredes da casa são cobertas de lambe-lambe, formando uma verdadeira galeria de arte urbana no coração do Baixo Augusta.


“A ideia foi recuperar a identidade que já existia no Studio SP desde a sua criação e utilizar o pixo como uma ponte entre aquele passado não tão distante e o presente”, explica Alê Youssef, gestor cultural e um dos sócios da casa. “Essa presença marcante comprova, mais uma vez, para os incrédulos e conservadores, a força artística inequívoca da pixação na cidade de São Paulo”.


“O Studio SP é uma grande caixa de colagens, desenhos e grafites, cheia de detalhes”, comenta Zé Carratu, grafiteiro, cenógrafo e artista visual com mais de 40 anos de experiência na direção artística de shows, casas noturnas e festivais, entre outros trabalhos.


Além da fachada, GG Learte pintou a entrada do Studio SP, onde um bar ficará aberto para a Rua Augusta e servirá de espaço de convivência tanto para quem desce e sobe a rua quanto para quem aguarda a entrada para os shows.


No mesmo espaço, uma placa registra a frase do antropólogo, pesquisador musical e roteirista, também assíduo frequentador do local, Hermano Vianna: "Acompanhei de perto a criação do Studio SP, projeto (muito mais que uma casa noturna) que poderia virar exemplo para políticas públicas em muitos estados, dando visibilidade a novas cenas e indústrias criativas locais”.


Já no salão principal do Studio SP, artistas que também fizeram parte da primeira fase da casa colaram lambes novos e clássicos. Um dos destaques é a nova versão dos “Predinhos” de Rodrigo Chã, uma montagem de janelas de diferentes prédios da cidade. Diversos desenhos de Mathiza, MuxiMuxi, GuidTati, Crespo, Lou Dedubiani (AltoContraste) também envelopam a casa, num trabalho que teve a coordenação e a participação de Jey.


Uma das presenças mais reconhecíveis no espaço certamente será a arte de Ygor Marotta, criador do movimento Mais Amor Por Favor, febre na cidade nos últimos anos cuja história tem ligação profunda com a do Studio SP. A fachada da primeira fase da casa na Rua Augusta foi feita por ele. A poeta visual Verena Smit também desenvolveu uma arte especial para o Studio SP, exibida no espaço.


No mezanino, os frequentadores vão notar a presença da frase “Arte é Ocupar”, lema da casa que resume em poucas palavras o sentido de todo o empreendimento. Ao redor dela, imagens de desfiles do Bloco Acadêmicos do Baixo Augusta, “irmão” do Studio SP, decoram as paredes e simbolizam a importância fundamental do Carnaval para a casa. Tanto as fotografias quanto os lambe-lambes foram feitos pelo fotógrafo Francio de Holanda, também um dos fundadores do Acadêmicos do Baixo Augusta. Ele também fez os lambe-lambes que decoram os banheiros e os camarins da casa, com a arte dos antigos flyers de programação.


Informações à imprensa

Studio SP

Guilherme Sobota

+55 11 945133489

guilhermesobota@gmail.com


19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo