mancha_2.png
logo_corte_3.png
mancha_7.png
Studio SP Poster 1.png
IMG_6474.jpg

Heineken Green Your City

Green Your City é um projeto da Heineken® que faz parte da plataforma global da marca  chamada Cities, que propõe criar experiências marcantes aos consumidores, e também permitir que todos possam descobrir e explorar regiões inusitadas que existem em grandes centros urbanos no mundo, sempre respeitando a história e a cultura local. 

 

No Brasil, isso hoje se traduz na visão da marca sobre a relação das pessoas com a vida urbana, passando por diferentes temas que vão da relação com a vida noturna à sustentabilidade, consumo e mobilidade.

 

mancha_3.png
mancha_7.png
mancha_7.png

Sobre o Studio SP

A história do Studio SP é totalmente vinculada com a trajetória de uma nova cena musical que se consolidou em São Paulo na última década. A casa lançou, formou público ou manteve residências fixas de nomes como Criolo, Céu, Daniel Ganjaman e Instituto, Tatá Aeroplano, Hurtmold, Eddie, CSS (Cansei de Ser Sexy), Tulipa Ruiz, Bonde do Rolê, Cidadão Instigado, Otto, Mombojó, Del Rey, Cérebro Eletrônico, Karina Buhr, M.Takara, Junio Barreto, Davi Moraes, B. Negão, Macaco Bong, Miranda Kassin, André Frateschi, Diz Maia, Seu Chico, Lucas Santtana, Jumbo Elektro, Thalma de Freitas, Turbo Trio, Vanguart, Maquinado, Mallu Magalhães, Curumin, Guizado, Nina Becker, Thiago Pethit, 3 na Massa, China entre outros.

 

Importantes atrações da música alternativa internacional também passaram pelo Studio SP: Peter Bjorn and John, Brigth Eyes, John Spencer, Bill Callahan, Erlend Oye, Camera Obscura, Bonnie Prince Billy, Adrian Sherwood, Diplo, Wax Poetics, Jens Lekman, Four Tet, Kode 9, Gilles Peterson, Daedalus, Love Trio, Hell on Whells, Tortured Soul, Eigth Legs, Daevid Allen e Gong Global Family, Gruff Rhyms, The Gift, Faraquet etc... 

 

 

 

Com o projeto gratuito Cedo e Sentado de formação de público para novas bandas e democratização do acesso à música, o Studio SP criou uma plataforma de lançamento de novos artistas e a base de uma micro economia criativa que por muito tempo se mostrou auto sustentável para as bandas residentes da casa.

 

De 2005 a maio de 2013 foram em média 300 shows por ano, totalizando cerca de 2.500 apresentações. A casa também foi palco de apresentações de teatro, literatura, projetos de audiovisual do Coletivo Bijari e de noites que misturavam música e circo, como o  Show de Talentos e o Cabaré Volátil. 
Diversos artistas hoje ícones da arte urbana e contemporânea da cidade decoraram ao longo dos anos o ambiente do Studio SP, com exposições fixas e eventuais. Destaques para OsGêmeos, Speto, Titi Freak, Pinky Wainer, Guto Lacaz, Jay, Carlos Dias, Juneca, MZK, Zezão, Rodrigo Chã, Paulo Ito, Paulo Arms, Rita Wainer, Iwald Granato, Chã, Guid, Crespo, Mathiza.

 O Studio SP se transformou em um dos pontos de referência da revitalização da área que ficou conhecida como Baixo Augusta. A casa também foi a primeira sede do Bloco Carnavalesco Acadêmicos do Baixo Augusta.

logo_corte_4.png